Levedo de cerveja

Postado por:

O que é Levedo de Cerveja

O levedo de cerveja  é um fermento inativo resultante do processo de fermentação da cevada durante a produção de cerveja. O levedo de cerveja é uma das maiores fontes naturais de vitaminas do complexo B e de proteínas, com a vantagem de não possuir colesterol e gordura, característicos das proteínas de origem animal. O levedo de cerveja contém alto teor de proteínas, fibras e vitaminas.

A levedura de cerveja é um alimento precioso e um remédio milenar. Já assim a considerava Hipócrates, o “Pai da Medicina”, bem como os monges das confrarias medievais, que a empregavam nas curas de muitos males, principalmente nas chagas e furunculoses.

As leveduras são fungos ascomicetos, cogumelos microscópicos, que se multiplicam ordinariamente por gemação, conformando, assim, longas fiadas de células (cada uma é um ovóide com a dimensão de 8 a 10 milésimos de milímetro), como as contas de um rosário. O género Saccharomyces compreende várias espécies, de que uma das principais é a levedura de cerveja (saccharomyces cerevisae). É, de longe, a mais apreciada e a mais rica em termos alimentares. Provindo do malte, assegura as proteínas necessárias e completas em todos os aminoácidos, sendo, por isso, ideal para os que não se alimentam de carne.

Qual a função do Levedo de Cerveja

O Levedo de Cerveja tem muitas funções no organismo, mediadas por seus componentes, que são muitas vitaminas e aminoácidos essenciais para o corpo humano.

A levedura de cerveja é rica em proteínas (45 a 50%) muito digeríveis, possuindo todos os aminoácidos indispensáveis à vida (histidina, arginina, lisina, triptofano, alanina, leucina, isoleucina, cistina, cistaína, glicina, ácido aspártico, ácido glutâmico, fenilalanina, treonina, metionina, tirosina, valina, prolina, serina, etc), glúcidos, auxonas (complexo T), vitaminas (sobretudo do grupo B) e minerais (principalmente fósforo, ferro 3, potássio, cálcio, magnésio, silício, cobre, zinco, selénio, crómio, alumínio). Possui, igualmente, em quantidades consideráveis, lípidos (5 a 20%: estearina, palmitina, ácido aracínico), lecitinas, numerosos esteróis (os principais: ergosterol 4 e zimosterol), enzimas ou diástases (zimases, invertina, maltase, fosfatases, etc).

No que concerne ao teor vitamínico, é considerada a maior e melhor fonte conhecida. Como já dissemos, é riquíssima em complexo B, fator essencial da respiração e nutrição celulares e, assim, da manutenção do equilíbrio orgânico. Vale a pena, pois, determo-nos no seu quadro de vitaminas e factores vitamínicos:

B1 (aneurina ou tiamina) – protectora e equilibrante do sistema nervoso e de enorme importância no metabolismo dos glúcidos (registam-se 8 a 15mg por 100gr de levedura).

B2 (riboflavina ou lactoflavina) – factor de crescimento, favorece a respiração celular e regenera a flora intestinal (3,5 a 8mg).

B5 (ácido pantoténico) – de grande valia para o fígado, os epitélios, as mucosas respiratórias e digestivas (útil nas alergias). A carência produz dificuldades na atenção e na concentração mental, dores de cabeça, transtornos do sono, cãibras musculares e baixo rendimento energético geral. Ajuda a promover o crescimento e a pigmentação dos cabelos, e a cicatrização das feridas, sobretudo no campo da cirurgia (12 a 25mg, 8 vezes mais do que igual conteúdo de cereais).

B6 (adermina ou piridoxina) – factor de crescimento, estimulante muscular, favorece a formação de glóbulos vermelhos, protege a pele. Intervém na função adreno-cortical e no metabolismo do enxofre e das purinas. É antagónica à histamina, sendo, por isso, útil nas doenças alérgicas (3 a 10mg, 10 vezes mais do que em igual conteúdo de carne).

B9 (ácido fólico) – factor de crescimento e anti-anémica; nutriente do sistema nervoso. É muito necessária na gravidez (0,005 a 0,13mg, 20 vezes mais do que igual conteúdo de farelo de trigo).

B12 – intervém activamente na hematopoese (formação dos glóbulos sanguíneos) (não dispomos de valores tabelares).

B15 – facilita o aporte de oxigénio a todos os tecidos. Ajuda na síntese das proteínas. Estimula o sistema imunitário. É um protector hepático e combate o colesterol (não dispomos de valores).

BX (ácido paraminobenzóico) – é importante na boa utilização das proteínas. Mantém, e em alguns casos recupera, a pigmentação capilar, bem como a elasticidade da pele. Promove a expectoração e é balsâmica nas inflamações do tracto urinário. O seu défice pode causar eczema (0,03 a 0,55mg).

PP (nicotinamida) – anti-pelagra, importante para a assimilação dos amidos e gorduras, intervém na formação do sangue e na função dos nervos (30 a 80mg, 10 a 20 vezes mais do que igual conteúdo de carne).

Biotina – protectora da pele, anti-seborreica, importante no equilíbrio do crescimento e do sistema nervoso (2 a 7,5mg).

Colina – tem acção fisiológica sobre a pressão sanguínea, como antagonista da adrenalina, e na regulação dos movimentos peristálticos do intestino. Opõe-se à sedimentação de gordura a nível hepático, sendo útil nas cirroses (0,1 a 1,2mg).

Inositol – tem papel determinante e regulador na reprodução celular, sendo anti-cancerígeno. Combate a alopecia (queda dos cabelos). Contribui para um crescimento equilibrado. Intervém na actividade lipotrópica e na motilidade intestinal (80 a 160mg).

Ergosterol (provitamina D) – está intimamente ligado com a vitamina D, auxiliando na boa fixação do cálcio e do fósforo de origem alimentar. É importantíssimo na formação dos ossos e dentes e para a manutenção das suas estruturas. Tem papel na conservação do tónus muscular e na contracção dos músculos (não dispomos de valores).

E – é fundamental na manutenção da integridade dos tecidos da reprodução (ovários, testículos), bem como da musculatura e vasculares. É anti-esterilidade e anti-abortiva (conteúdo elevado, embora não disponhamos de valores).

Complexo T – promotor do crescimento, útil na anorexia infantil, doença celíaca, osteoporose e raquitismo (não dispomos de valores).

Uma vez que a levedura de cerveja é invulgarmente rica em aminoácidos fundamentais, julgamos útil reproduzir aqui as características básicas que lhes são referentes 5:

Arginina – tem papel preponderante na libertação das hormonas de crescimento, intervindo no desenvolvimento muscular e na redução de gordura no organismo. Tem, paralelamente, uma importante acção como retentora do nitrogénio, essencial para o crescimento dos músculos.

Lisina – é igualmente útil na libertação das hormonas de crescimento e utilizada para favorecer o crescimento proporcional em crianças extremamente pequenas. Actua na produção da carnitina, a qual tem a propriedade de “queimar” as gorduras em excesso no organismo. Mostrou-se, ainda, útil na prevenção dos vírus de Herpes Zoster.

Tirosina – é um derivado do aminoácido fenilalanina. É um precursor da hormona adrenocortical, assim como da dopamina. Actua na actividade mental.

Fenilalanina – estimulante da memória e da capacidade cognitiva, bem como da funcionalidade sexual. Revelou-se útil nos tratamentos anti-depressivos. Tem efeitos analgésicos.

Histidina – tem vindo a ser utilizada no tratamento da artrite reumatóide. Igualmente, revelou resultados positivos no combate às situações alérgicas. Conjuntamente com a niacina e a piridoxina, sugere ter efeito estimulador a nível da actividade sexual.

Ácido aspártico – intervém na síntese das glicoproteínas, além de desempenhar um papel na formação de glicose (conversão de hidratos de carbono, glucose, etc). Parece, ainda, incrementar a capacidade de resistência dos atletas.

Treonina – intervém nos processos digestivos, designadamente na função intestinal e no metabolismo dos lípidos ao nível hepático.

Cisteína – é um poderoso anti-oxidante que ajuda a proteger o organismo contra as bactérias, vírus, químicos e radiações nocivos. Promove a saúde capilar e a das unhas, acelerando o seu crescimento.

Valina – intervém determinantemente na actividade mental, na coordenação dos músculos e no equilíbrio emocional.

Metionina – é fundamental para a síntese da carnitina e tem um importante papel no sistema glandular. É anti-tóxica.

Serina – é essencial no funcionamento do cérebro.

Ácido glutâmico – é o único aminoácido capaz de transpor a barreira entre o sangue e o cérebro. É geralmente utilizado nos tratamentos anti-depressivos, diminuição da memória, senilidade, esquizofrenia, alcoolismo e muitas outras desordens cerebrais (é comum referir que o ácido glutâmico é o combustível do cérebro).

Isoleucina – é interveniente no funcionamento cerebral.

Glicina – experiências revelaram existir grande concentração de glicina na pele e tecido conjuntivo. Crê-se que seja beneficamente interveniente na regeneração destes tecidos, bem como no crescimento dos músculos.

Alanina – tem uma acção directa na redução do colesterol, particularmente quando associada com a arginina e a glicina. Contribui para a regulação dos níveis de açúcar no sangue.

Prolina – é um dos principais componentes do tecido conjuntivo que liga e suporta todos os outros tecidos (colagénio). Ajuda a combater a flacidez associada ao envelhecimento. Intervém beneficamente nos processos de cicatrização.

Benefícios do Levedo de Cerveja

Está particularmente indicada nos casos de diabetes (devido ao alto teor em glutatião – um péptido sulfurado (composto de ácido glutâmico, cisteina e glicocola), que exerce ação preponderante em todos os fenômenos biológicos e, em particular, nas reações de oxido-redução, nos processos de desintoxicação e de resistência às infecções), furunculose, acne e demais problemas de pele, gravidez, anemias, atrasos de crescimento e desenvolvimento, afecções do sistema linfático (intoxicações e infecções), arteriosclerose, doenças artríticas e alcoolismo.
O levedo de cerveja é um excelente reconstituinte e protetor do sistema nervoso. Possui ação reguladora das glândulas endócrinas, como a tiróide, o pâncreas, as supra-renais, as gônadas. É um tônico geral cardíaco e circulatório. Favorece a assimilação dos alimentos, equilibra e regenera a flora intestinal e é um notável protetor hepático (indicada nos estados pré-cirróticos e nas degenerescências adiposas do fígado). É muito adequada aos desportistas, aumentando-lhes a resistência, favorecendo o trabalho muscular e promovendo a eliminação de toxinas residuais.

Fontes de Levedo de Cerveja

Como alimento, usa-se misturada nas saladas, nas sopas, nas hortaliças estufadas, fritas ou cozidas (cerca de uma colher de sobremesa, para crianças; uma ou duas das de sopa, para adultos). Emulsionada em azeite pode barrar fatias de pão, substituindo, com vantagem, o queijo ou a manteiga. Também encontrada no farelo de cereais, na gema de ovo, no melaço de cana, e nas leguminosas secas.
Existe, à venda, levedura isenta de sódio, para as dietas sem sal. Para manter a sua integridade, não deve ser cozinhada, mas, sim, misturada nos outros alimentos, “em cru”, ou pode polvilhar-se, como se faz com o queijo ralado.
Existe uma opção comercializada em comprimidos ou cápsulas, que também tem grande aceitação na prescrição de várias enfermidades.

Para obter o máximo de benefícios associados a este produto é recomendada a prática de atividades físicas regulares e a adoção de uma alimentação balanceada.

Contra-indicações do uso de Levedo de Cerveja

Não foi encontrado nada na literatura que contra-indicasse o uso de levedo de cerveja. Porém, são necessários mais estudos sobre o assunto.
É necessário ciclar ou alternar o uso de Levedo de Cerveja

Não há indicações na literatura sobre a necessidade de ciclar o uso de levedo de cerveja, porém dependendo do motivo de sua utilização, existe uma posologia diferente para cada situação.

De qualquer modo, eu não recomendo tomar nenhum tipo de medicamento sem orientação médica. Procure um nutricionista, ele poderá te ajudar melhor.

É verdade que levedo de cerveja engorda?

Não é verdade, pois tem poucas calorias. Se ingerida antes das refeições, pode até ajudar pessoas que querem emagrecer.
DICAS: Se quiser utilizar a levedura para regular o intestino, o ideal é tomá-la no café da manhã com bastante água.

Levedura de cerveja e o diabetes

Pelo seu alto teor de cromo, o levedo de cerveja pode ser consumido por quem possui diabetes, pois ajuda a regular a produção de insulina, graças ao cromo e a vitamina B.

O levedo de cerveja pode ser encontrado em casas de produtos naturais sendo vendido o pó a granel, e pode ser consumido misturada a saladas, sopas, sucos, vitaminas ou então na ração humana. Não é recomendado cozinhar o levedo, já que assim perde grande partes de suas substâncias benéficas.

Referencias Bibliográficas

BACURAU, Reury F. Nutrição e Suplementação Esportiva. São Paulo: Phorte, 2001.
BIESEK, Simone et al. Estratégias de Nutrição e Suplementação no Esporte. São Paulo: Manole, 2005.

BIESEK, Simone. Nutrição: um caminho para vitória. Rio de Janeiro: , 1997.FETT, Carlos. Ciência da Suplementação Alimentar. Rio de Janeiro: Artmed , 2002.

Fonte:saudenarede.com.br

41

Sobre o Autor:

  Artigos Relacionados

Comentários

  1. Jorge Lopes Chinalia  dezembro 13, 2013

    Há sim uma contra indicação para a levedura de Cerveja que é riquíssima em tiamina, precursora da ribose, alimento do câncer. Esta contra indicação é somente para pessoas portadoras da doença.

    responder
    • Marcia  agosto 13, 2016

      Como assim a pessoa q tem algum tipo de câncer Ñ pode tomar

      responder
  2. Dalcy Pereira  maio 1, 2014

    Eu estou tomando levedo de cerveja já um mês sinto bem tudo melhorou no meu sistema imonológico estou ótima.

    responder
  3. Marise FERRERA  maio 18, 2014

    GOSTEI DO DO ARTIGO REF. AO LEVEDO DE CERVEJA; TENHO DIFICULDADE DE DIGESTÃO, INTESTINO PRESO E ESTOU COM COLESTEROL ACIMA DO NORMAL. MEU ORGANISMO NUNCA ACEITOU QUALQUER TIPO DE CARNE OU PEIXE…VOU FAZER UM TESTE COM LEVEDO DE CERVEJA.
    OBRIGADO

    responder
    • RUBENS GALVÃO  julho 16, 2015

      FAZ TEMPO ESSA SUA PUBLICAÇÃO, FIQUEI CURIOSO SOBRE O RESULTADO. ESPERO BONS RESULTADOS, DIZ AÍ PRA GENTE!

      responder
  4. Fernanda Ribeiro  julho 21, 2014

    Estou impressionada com os benefícios do levedo de cerveja. Fiquei com vontade de experimentar.

    responder
  5. Sheila Silva Araújo  setembro 4, 2014

    tenho hepatite B crônica será que eu posso tomar o levedo de cerveja? ??

    responder
  6. Magda  outubro 21, 2014

    Tenho úlcera e estou em tratamento com remédios alopáticos. Posso tomar o levedo de cerveja? Obrigada.

    responder
  7. claudineia moreira pedroso  outubro 31, 2014

    tenho hipotiroeidismo,posso tomar levedo de cerveja?

    responder
  8. francisco rufino  novembro 16, 2014

    comesei a tomar hoje vamos ver se e bom mesmo.

    responder
    • marcio  dezembro 8, 2014

      francisco . estou tomando o levedo por 5 dias . pra mim está sendo otimo . a disposição é outra.

      responder
    • RUBENS GALVÃO  julho 16, 2015

      E AÍ, LI SEU COMENTÁRIO E QUERIA SABER DOS RESULTADOS! COMPARTILHA COM A GENTE! OBG

      responder
  9. mari  dezembro 15, 2014

    meu nome é mari rodrigues ,suo cantora evangélica ,estou tomando o levedo a 4 dias estou me sentindo muito bem ,estava com muita fraqueza dor no corpo,dor nas pernas,para hora glórias do senhor Jesus amém

    responder
  10. André Sicote  dezembro 31, 2014

    Parabéns pelo artigo, foi o mais extenso em informações, o melhor que encontrei na internet.

    responder
  11. adilson gonçalves  abril 28, 2015

    sofro de gastrite, gostaria de saber se posso tomar o levedo de carveja,
    fiz algumas cirurgias na garganta. causa, fluxo e refluxo do estomago.
    hoje, estou bem.
    gostaria de saber, se posso tomas o levedo de cerveja, e se combate o acido úrico no estomago.
    saudações.

    responder
  12. Ana mata  junho 2, 2015

    Tomei em 2009 me dava muita disposição para trabalhar é excelente.

    responder
  13. daniel de paula  junho 17, 2015

    Para mim foi um santo remédio,no primeiro dia que tomei já senti melhora nos meus problemas,sofria muito com dor na coluna já fiz cirurgia coloquei pinos na coluna mas nada disso adiantou,continuei com dores e vivia tomando remédio todo dia para aliviar a dor,era declofenaco,tanderalgim,tandrilax,ibuprofeno mas nada disso adiantava até o dia que tomei levedo de cerveja,senti a melhora no mesmo dia ,vivia o tempo todo irritado com raiva de tudo,depois que tomei o levedo de cerveja me tornei um homem mais amável e feliz,recomendo.

    responder
  14. Lucas  julho 11, 2015

    Olha, comecei dia 7 de julho a tomar ( comprei pela tarde e tomei 1 comprimido 17 horas e depois às 21 horas tomei outro), no dia seguinte gente acordei com tanta disposição, achei incrível… pois estava dormindo mal, dor no estômago, muita azia, quando comia eu sentia que a comida ao entrar em contato com o estômago doia, e tbm estava com a mente fraca; a partir do dia 10 de julho comecei a tomar 3 comprimidos por dia ( manhã, tarde e noite) e estou me sentindo bem melhor. Levedo de Cerveja é excelente! Abraço

    responder
    • Fernando Paulo  setembro 15, 2015

      gostei do resultado. agradeco indicar-me por este meio, o nome e localizacao da farmacia onde comprou o levado da cerveja.
      obrigado.

      responder
      • Luiz Terapeuta  setembro 15, 2015

        Qualquer farmácia.

        responder
  15. Renata  julho 22, 2015

    Tomo a 3 meses já a leveduraPela manhã. me da uma disposiçao incrivel,mais depois do almoço da um sono incontrolável,até parei um pouco com ele esses dias,será normal isso?

    responder
    • jdr  setembro 8, 2015

      Acredito que o sono forte a essa hora, derive tbém do fim da energia obtida com aquela quantia tomada pela manhã. Pois num pote do qual tomo, Indica: Adultos tomar 2 a 3 comprimidos, 3 vezes ao dia, após as refeições.

      responder
  16. Fernando  julho 30, 2015

    Ola .eu tenho um metabolismo muito acelerado, e por esta razão perdo peso rapidamente,
    Gostaria de saber se o levedura pode m ajudar em ganho de peso.

    responder
  17. MARIA JOSE DE JESUS  agosto 9, 2015

    Gostei da informaçao.nao sabia que era tão maravilhoso assim. muito obrigada

    responder
  18. Juliane  setembro 27, 2015

    Estou grávida de 5 meses, posso tomar o levedo de cerveja? ?

    responder
  19. Antonio*Curityba  novembro 19, 2015

    …D+ esse Levedo de $erveja. Ñ como carna há 30 anos; enton? p eu é ótimo!
    Meu intestino ñ é bom…Ví una indicação p tomar 3 colheres de sopa ao dia, com 3 copos c água em jejum. Pois se tomar pouca água durante o dia, ñ vai funcionar.
    Gostei mt da reportagem!
    Obrigado.

    responder
  20. Vânia Luz  dezembro 11, 2015

    Gostei das informações.
    Há algum tempo atrás já tomei levedo de cerveja, voltei a tomar, junto com meu companheiro.

    responder
  21. Rodrigo  abril 1, 2016

    Bom dia!

    Qual o tempo de absorção/digestão do levedo de cerveja? Quando tomo uns 20-30 min antes de fz musculação parece sentir um resultado melhor, mas tlvz seja só psicológico.

    responder
  22. mariana  abril 13, 2016

    O levedo de cerveja é contra indicado para quem tem candidíase?

    responder
  23. ANTONIO M DA SILVA  abril 20, 2016

    Excelente e extremamente benéfico.

    responder
  24. Ingrid  maio 13, 2016

    Mas o levedo faz a pessoa engordar ???

    responder
  25. Maria do Carmo  maio 30, 2016

    Tenho algumas dúvidas a respeito do levedo de cerveja:
    Ajuda na circulação, prevenção de câncer, constipação, sistema nervoso, prevenção de de doenças degenerativas, arritmia?
    Agradeço suas orientações.

    responder
  26. Marcos  julho 14, 2016

    Estou tomando levedo de cerveja a uma semana, o cansaço físico e mental terminou, vou incluir outros suplementos naturais na minha dieta.

    responder
  27. lislene  agosto 2, 2016

    qual o melhor horario de tomar,eqtas mg por dia?

    responder
  28. Viviani  agosto 25, 2016

    Oi eu gostaria de saber si posso dar pro meus filhos um de 4 anos a outra de 10 .obrigada

    responder
  29. Viviani  agosto 26, 2016

    Oi eu gostaria de saber si posso dar pro meus filhos um de 4 anos a outra de 10 .obrigada

    responder
  30. alan  dezembro 1, 2016

    Levedura de cerveja ajuda a combater fungos na pele como micose ou piora?

    responder
  31. Rosmari  janeiro 10, 2017

    celíacos podem consumir??? Comprei uma que diz que não contém glutén??? mas mesmo assim fiquei na dúvida já que vem da cevada que contém gluten.

    responder
  32. Patricia Ramos  fevereiro 15, 2017

    Tomo levedo há quase 1 ano p suplementar a alimentação. Sou vegana. Mas ainda assim o exame de sangue mostrou baixa de vitamina B12.

    responder
  33. Esveraldo  março 3, 2017

    Estou tomando o levedo de cerveja e tenho sentido dor de cabeça!quero saber se tenho que parar de tomar?? Aguardo e resposta!!obrigado!!

    responder

Enviar um comentário