Evidências científicas sobre a existência da vida após a morte

Postado por:

Já faz muitos anos que os seres humanos se perguntam se há algo além da vida. Muitas culturas, religiões e doutrinas têm sido baseadas na crença que os mortos vão viver em outros mundos, vão ao paraíso ou reencarnam… Mas o que aconteceria se a ciência nos desse evidências de que há vida depois da morte? Nas últimas décadas, vários cientistas e médicos pesquisadores de várias universidades do mundo estão revolucionando o paradigma do século XXI mostrando evidências de que a consciência de fato sobrevive à morte física.
Mediunidade no laboratório

No Instituto Windbridge no Arizona, EUA, a Dra. Julie Beischel está conduzindo uma pesquisa importante para demonstrar que há vida após a morte. Basicamente, utiliza três métodos para estudar o fenômeno da mediunidade: proof-focused: são testes para verificar que os médiuns estão dando a informação correta; process-focused: estuda a experiência dos médiuns durante as comunicações espirituais; applied-research: examina como a informação dos médiuns pode beneficiar a sociedade em geral. Os resultados da Dra. Beischel confirmaram a hipótese de que o espírito sobrevive à morte. Entramos em contato com a Dra. Julie Beischel para perguntar mais sobre o método científico que aplica em suas pesquisas. Ela disse que utiliza controles muito estritos para pesquisar o fenômeno de mediunidade através de um programa científico que contém uma quantidade grande de dados: ”No Instituto Windbridge, estamos interessados principalmente no estudo da mediunidade. Utilizamos o método científico e controles estritos para pesquisar estes fenômenos e o programa de pesquisa de mediunidade abrange uma quantidade enorme de dados. Através de nosso método científico do quintuplo-cego1 com médiuns certificados pelo Instituto Windbridge, podemos demonstrar que as informações dos médiuns sobre familiares já mortos são exatas, e além do mais, os médiuns não têm nenhum conhecimento prévio sobre a família ou o desencarnado”. Além disso, Beischel disse: “Este paradigma de pesquisa é ideal porque o fenômeno da mediunidade é facilmente replicável e podemos trazer o fenômeno da mediunidade ao laboratório.” A pesquisa da Dra. Beischel certamente demonstra que o fenômeno da mediunidade é de fato autêntico.

No Brasil, a mediunidade de Chico Xavier foi estudada pelo Dr. Paulo Rossi em 1991. Chico Xavier ficou conhecido pelo seu trabalho gratuito, onde publicou mais de 400 livros através de mais de 600 autores espirituais, e também escrevia cartas de pessoas já falecidas. O estudo do Dr. Paulo Rossi confirmou que 93,3% das pessoas que visitavam Chico Xavier não o conheciam; 62,2% das mensagens mostraram mais de seis fatos reais cada; e 71,1% continham informações detalhadas sobre pessoas falecidas, que foram posteriormente confirmadas como verdadeiras por suas famílias. Rossi concluiu que a informação revelada por Chico Xavier de fato provém de espíritos de pessoas mortas e não é resultado de qualquer classe de fraude.
Em 2004, Alexander Moreira de Almeida concluiu sua tese de doutorado pela USP, na área de experiências mediúnicas. Almeida estudou 115 médiuns espíritas que seguem a doutrina codificada por Allan Kardec, com o objetivo de construir seu perfil sociodemográfico e para comprovar sua saúde mental. Os pesquisadores concluíram que a maioria dos médiuns desenvolveu sua mediunidade durante a infância e mostraram altos níveis socioeducativos. Além disso, os resultados mostraram um nível muito baixo de desordens psiquiátricas entre os médiuns. Esse estudo mostra que os médiuns que com frequência são taxados como “loucos” são na verdade pessoas sem quaisquer problemas psicológicos e apresentam um nível muito alto de escolaridade.

O Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, da USP de São Paulo, usa técnicas de difração de raios X, tomografia computadorizada e ressonância magnética para explicar a relação entre a glândula pineal e a mediunidade. Dr. Sérgio demonstrou que médiuns de incorporação possuem mais cristais de apatita na glândula pineal, e que durante o momento de comunicação espiritual os médiuns possuem alta atividade cerebral e aumento de fluxo sanguíneo na região da glândula pineal. A hipótese do Dr. Oliveira é que a glândula pineal é o órgão sensorial da mediunidade.
Pesquisas sobre experiências de quase-morte

No King’s College de Londres está acontecendo uma revolução no mundo da tanatologia, o estudo científico sobre a morte. O pesquisador e médico, Peter Fenwick, está fazendo experimentos detalhados sobre um fenômeno que acontece entre as 24 e 48 horas antes e depois da morte e também no momento da morte. As experiências de quase-morte se referem ao conjunto de visões ou sensações frequentemente associadas a situações de morte iminente. Essas sensações incluem: experiência fora do corpo; levitação; medo extremo; serenidade total, segurança, calor e a presença de uma luz. Esses fenômenos são normalmente informados após uma pessoa ter sido considerada clinicamente morta e que depois volta à vida. Dr. Fenwick estuda as visões de pessoas que estão internadas e que falam com parentes já mortos. Também pesquisa coincidências de desencarnados que contactaram alguém somente para dizer que ela/ele havia morrido. “Esses acontecimentos ocorrem com muita frequência e em grande porcentagem dos casos e afirma que a consciência é diferente do cérebro”, conclui Dr. Fenwick.

O Dr. Kenneth Ring, da Universidade de Connecticut e Sharon Cooper, da Universidade de Nova York, fizeram um estudo de dois anos sobre as experiências de quase-morte em deficientes visuais, com resultados espantosos. Os resultados foram publicados no livro Mindsight (1999), o qual comprovou que 31 pessoas cegas que passaram pela experiência de quase-morte descreveram a experiência de terem podido ver pela primeira vez em suas vidas, dando detalhes de procedimentos médicos na mesa cirúrgica.
O médico oncologista Jeffrey Long, que dirige a fundação de pesquisa sobre experiência de quase-morte (http://www.nderf.org), tem recolhido mais de 2.500 estudos de casos em todo o mundo de pessoas que tiveram esse tipo de experiência. Por usar o método científico em sua pesquisa, decidimos contatar Dr. Long para descobrir mais sobre seu trabalho. Em nossa entrevista por e-mail com ele, declarou: “Minha área profissional está baseada em pesquisas sobre experiências de quase-morte. Em minha opinião, as experiências de quase-morte proporcionam uma das maiores evidências científicas da vida após a morte.” Em seu livro Evidence of the Afterlife (Evidencias da vida após a morte), Dr. Long faz um resumo das linhas de evidência que apontam a veracidade das experiências quase-morte: os pacientes clinicamente mortos experienciam: 1) consciência clara; 2) experiências reais fora do corpo; 3) sentidos aguçados; 4) consciência durante a anestesia; 5) lembranças claras, reencontros com familiares falecidos. Além disso, Dr. Long confirma que as experiências de quase-morte em crianças são as mesmas que em adultos, que experiências de quase-morte ocorrem no mundo todo, e que as pessoas que passam por experiências de quase-morte geralmente promovem uma mudança de vida significativa.
Pesquisas em Terapia de Regressão de Vidas Passadas e Reencarnação

As pesquisas em regressão de vidas passadas constam de práticas baseadas em evidências. Os resultados provêm de questionários que são preenchidos antes e depois da terapia com um número grande de participantes com um tipo específico de problema e inclui um grupo de controle para demonstrar sua efetividade (o duplo método científico cego). Entre 1985 e 1992, Hazel Denning, fundador da Associação Internacional para Pesquisa de Regressão e Terapias (http://www.iarrt.org), estudou os resultados de oito terapeutas de regressão com aproximadamente 1.000 pacientes. Os resultados foram medidos imediatamente após a terapia, com seguimentos de seis meses, um ano, dois anos e cinco anos após a terapia. Dos 450 pacientes que poderiam ser localizados após cinco anos, 24% informaram que seus sintomas tinham desaparecido completamente, 23% confirmaram uma grande melhora, 17% confirmaram uma melhora, e 36% não obtiveram nenhuma melhora. Em geral, isto faz um saldo positivo de 64%.

O psicoterapeuta Dr. Brian Weiss do Centro Mount Sinai em Miami, EUA, que se declarava pessoa cética, mudou de opinião e decidiu pesquisar o fenômeno da reencarnação e espiritualidade ao constatar que uma de suas pacientes, após recordar sua vida passada, podia dar detalhes impressionantes sobre seu filho já morto. Ele também constatou que durante a sessão de hipnose, seus pacientes diziam ver professores (espíritos). Dr. Weiss teve a oportunidade de conversar com tais professores que lhe deram informações detalhadas sobre assuntos que a paciente desconhecia. Depois de muita investigação, Dr. Weiss escreveu vários livros, entre eles: Many Lives, Many Masters (Muitas vidas, muitos mestres), Messages from the Masters (Mensagens dos mestres), Only love is real, (Somente o amor é real) entre outros, onde explica a realidade da reencarnação e do mundo espiritual desde a perspectiva psiquiátrica.

Dr. Ian Stevenson, falecido em 2007, era um dos pesquisadores mais conhecidos na área da reencarnação na Universidade da Virginia. Ele não utilizava o método de hipnose para verificar se uma pessoa teve uma lembrança de uma vida anterior; ao contrário, ele estudou milhares de casos em crianças nos EUA, Inglaterra, Tailândia, Birmania, Turquia, Líbano, Canadá, Índia, etc. Primeiro, ele verificava toda a informação sobre a vida anterior da criança. Depois, identificava o desencarnado que a criança dizia ter sido na vida anterior. Mais tarde, confirmava os fatos da vida passada do desencarnado que coincidiam com as lembranças das crianças. Ele também comparava marcas no corpo e defeitos de nascimento das crianças com feridas e cicatrizes que os desencarnados possuíam quando vivos, tudo isso confirmados por registros médicos. O Dr. Jim Tucker, diretor médico da Clínica Psiquiátrica Child and Family, da Universidade da Virginia, é o atual sucessor do Dr. Stevenson. Nós entramos em contato com Dr. Tucker para saber um pouco mais sobre as provas da vida após a morte. Ele respondeu: “As provas mais importantes da vida após a morte, além das experiências quase-morte, são as pesquisas com médiuns, relatórios detalhadamente estudados de aparições e lembranças de vidas passadas em crianças. Ian Stevenson passou 40 anos estudando tais casos, onde a maioria deles vinha de culturas com uma crença em reencarnação. Eu agora estudo os casos ocidentais, e os resultados são praticamente os mesmos”.
A ciência da vida após a morte

A Ciência do pós morte foi investigada do ponto de vista judicial pelo advogado australiano e escritor Victor Zammit. Ele afirma que todas as provas que ele reuniu sobre a vida após a morte são bastante fortes para serem aceitas em qualquer tribunal (http://www.victorzammit.com). Em seu livro: A Lawyer Presents the Case for the Afterlife (2006, 4a ed.), Zammit mostrou 23 áreas diferentes que demonstra a existência de vida após a morte. Ele colocou como desafio para os cientistas, onde ele pagaria U$ 1.000.000 para que alguém provasse que não há vida após a morte!

Atualmente, há numerosos estudos sendo conduzidos na área de espiritualidade e vida após a morte, onde os cientistas estão utilizando tecnologias de ponta e métodos científicos. A pesquisa pioneira de Raymond Moody e Elisabeth Kübler-Ross tem contribuído ao desenvolvimento desta área. Podemos citar vários outros exemplos como: Erlendur Haraldsson da Universidade de Islândia, Morris Netherton terapeuta de vida passada, o psicólogo Peter Ramster, o psicoterapeuta Andy Tomlinson, o cardiólogo Pim Van Lommel, e muitos outros. Embora vários pesquisadores estejam encontrando evidências impressionantes que sugerem que há vida após a morte, ou pelo menos a sobrevivência da consciência, eles ainda não sabem bem como explicar como tudo funciona… É, às vezes a ciência funciona desta maneira; um exemplo clássico são os astrônomos e os astrofísicos que podem identificar uma relação entre os ciclos de atividade do Sol e o clima na Terra, assumindo que esta relação existe apesar de não saberem como funciona. Como o Professor Sami Solanki, do Instituto Max Planck do Departamento de Pesquisa do Sistema Solar na Alemanha, declarou (http://tinyurl.com/77taz9c): “A correlação entre os ciclos solares e o clima terrestre não tem sido demonstrada.” Então, por que estudam esta correlação se ainda não sabem que isto realmente existe? A resposta é simples: é porque eles têm observado evidências que sugerem que isso pode ser desta maneira… Pois bem, parece que estamos em uma situação muito similar com os estudos sobre a vida após a morte. Os pesquisadores têm observado evidências que sugerem que a consciência sobrevive à morte física, mas ainda não conseguem entender bem como isso funciona. Se nos dois casos a ciência ainda não foi capaz de demonstrá-los, então nós ainda não podemos rechaçar a possibilidade de uma possível existência da vida após a morte!

Obs.: O artigo original consta de 10 páginas e foi publicado na revista Año Cero na Espanha (tema de capa de revista no mês de dezembro de 2011) e na revista Nexus na Australia (Abril de 2012).

1. Protocolo cientifico realizado para evitar resultados tendenciosos, onde nem o examinado (objeto de estudo) nem o examinador (pesquisador) sabem das variáveis do estudo, no caso do quintuplo-cego são usados 5 pessoas diferentes para ajudar na análise dos dados sem que nenhuma delas saiba do que se trata o estudo)

• Mado Martínez é filóloga que atualmente está estudando e trabalhando no campo antropológico na Universidade Nacional de Educação de Distância (UNED), Espanha. Completou seus estudos em língua e literatura em a Universidade de Sevilla, e está acabando sua pós-graduação em estudos de culturas e tradições na Universidade de Alicante, Espanha. É uma escritora bem conhecida e autora de oito livros e de muitos artigos para revistas em todo mundo. Visite o site: http://www.madomartinez.com.

• Elaine Vieira é fisiologista e pesquisadora PhD na área de doenças metabólicas em Barcelona, Espanha.

Artigo da Revista RIE julho 2012

Por zhannko

Fonte: http://milenar.org/2012/09/17/evidencias-cientificas-sobre-a-existencia-da-vida-apos-a-morte/

53

Sobre o Autor:

Comentários

  1. Esaú Nohan Mantovani  abril 19, 2014

    …Exitem cientistas que estudam para tentar desmistificar a crença de vida após a morte, mas se deparam com possibilidades desta verdade. Já fui bastante cético, mas passei por experiências que me fizeram estudar sobre o assunto. Tenho uma esposa que passou por situações de obsessão espiritual cinco vezes, onde presenciei todas, onde a entidade me dizia que iria leva-la de mim. Ocorreram tentativas de suicídio da parte dela quando obsedada e não obsedada, pois tinham pessoas em sua cabeça dizendo para fazer isto. Ela quebrou um espelho com um soco, pegou um pedaço de vidro e tentou se cortar e também tentou me ferir. Devido aos estudos que fiz cheguei na Doutrina Espirita que explica tudo o que eu precisava saber, desta forma consegui convence-la do fato por gravações feitas por mim, pois ela não lembrava de nada, consegui convence-la de que tínhamos um espirito entre nós que estava acompanhando ela onde fosse. Mostrei a ela que precisava mudar o seu campo magnético astral para que ele não a enxergasse mais, pois emitimos vibrações positivas e negativas dependendo de nossos pensamentos onde somos visualizados do outro lado e também podemos entrar em contato com o lado positivo onde encontram-se espíritos mais evoluídos com um campo magnético melhor, isto é um nível de mediunidade que minha esposa não sabe controlar. Bom, não tivemos mais problemas e as coisa melhoraram muito depois deste entendimento.

    …O outro caso foi com minha filha, que em paralelo aos problemas com minha esposa começou a ver pessoas com 6 anos de idade, esta fase durou 2 anos, onde vinham deste adultos até crianças conversar com minha filha. Minha filha perdeu o medo, pois conversei muito com ela e expliquei a realidade dos dois lados, não foi fácil, mas ela entendeu e levou numa boa. Até fiz perguntas a estas pessoas por intermédio de minha filha. Em um dos casos minha filha brincava com uma criança que ela dizia estar no quarto e tinha 9 anos, então entrei na brincadeira e fiz um teste, de costas para a parede fiz várias posições com os dedos e pedi para minha filha que seu amiguinho viesse atrás de mim e contasse quantos dedos eu tinha, minha filha disse por ele e acertou todas. Bom posso não ser um cientista, mas o que presenciei não foi nenhuma loucura, foi um breve contato com vidas sem um corpo físico que se aproximam de pessoas sensíveis com capacidade de escutá-los e enxerga-los, alguns minha filha enxergava, outros só ouvia, ela disse até que eu tinha um senhor de idade avançada me acompanhando que me disse que serei uma pessoa melhor em outra vida. Bom, esta fase acabou e serviu de lição para mim, minha filha e minha mulher, nos ensinou que devemos nos preparar para esta fase também, pois também iremos passar por isso, como em outras vidas que com certeza já vivenciamos. Este mundo em que vivemos nada mais é que uma escola de almas ou espíritos em evolução, aprendendo a difícil tarefa de convivermos em sociedade e sermos bons por vontade própria, dependendo do nível de evolução que conquistemos melhorará a próxima vida, isto tudo até quando a terra entrar em um período de mudanças físicas onde a vida não existirá mais, onde iremos ficar esperando o próximo período para o surgimento da vida física ou iremos para outro planeta em diferentes níveis de evolução.
    …Parece tudo loucura né, mas um dia vocês chegarão lá, mas primeiro precisam enxergar o que muitos não enxergam, pois aí a ciência trilhará novos caminhos e novas descobertas.

    …Peço a todos que não duvidem, pois não somos meros pedaços de carne pensantes, pois todos temos um objetivo na vida, se prestarem bem atenção nas coisa mais simples que existem como por exemplo, o nascimento de uma planta verá que a mesma foi projetada, codificada para que nascesse daquela forma, pois se não pensarmos assim de que outra forma seria, da Genética, sim , mas quem criou a Genética e que a programou? Seria a natureza e sua evolução durante os milhões de anos? Bom, se for, a nossa natureza tem inteligência própria para criar e desenvolver tais construções e belezas que o homem que se diz inteligente não consegue produzir, talvez modificar usando dos ensinamentos que a natureza deixou. Que natureza burra né.
    …Pessoal, não somos nada e o nada não existe, somos criação da força divina de DEUS, não da forma que está escrito na Bíblia, pois é um conto de fábulas para pessoas com um intelecto de 2000 anos, somos diferentes, estamos evoluindo, somos mais inteligentes, podemos raciocinar além, não é porque vocês não veem que não está ali, temos inúmeros exemplos disso como tipos de luz e frequência, nós não as vemos mas elas existem. Como a ciência mesmo prova, somos um conjunto de átomos em vibração constante que com a força magnética das partículas estamos unidos , onde forma a matéria ou corpo, mas lembrem-se, é só matéria. Nosso cérebro é como um computador com inúmeras ligações (barramentos), campos de memória (pentes de memória) e um processamento (processador) que nos fás enviar os comandos para nossa máquina orgânica, mas nossos pensamentos e raciocínio próprio são de nosso espírito, ou seja, de nosso corpo espiritual que tem uma matéria imperceptível a olho nu, pois é um tipo de matéria em constante vibração e possivelmente um tipo de matéria leve, como a luz, mas existe e está entre nós mantendo a vida e a consciência.
    …Quando morremos ou melhor dizendo, desencarnamos estamos deixando nosso corpo orgânico e ficando somente nosso corpo espiritual, onde esperaremos uma oportunidade de reencarnamos novamente em um novo nascimento de uma nova criança, um corpo geneticamente pronto esperando pela vida.
    …Lógico que não podemos explicar tudo e provar tudo, pois as coisas de DEUS não são fáceis, acredito que devemos procurar sempre por respostas, pois tenho plena certeza que fomos criados para procura-lo, e desta forma nos depararemos com as maravilhas de sua criação e tendo cada vez plena certeza da vida após a morte e seus mistérios.

    …Prestem bem atenção na tecnologia de nossos corpos e verão que não fomos criados pelo nada, pois o nada não pensa, pois se pensa-se seria inteligente e não seria nada, desta forma existem mistérios a serem desvendados por vocês.

    …Agradeço pelo tempo que dispões para leitura de meu depoimento, não se esqueçam, DEUS nos criou para desvendar seus mistérios e desta forma chegaremos cada vez mais perto dele, desejo-lhes boa sorte e que DEUS esteja no coração de cada um.

    Boa noite.

    responder
    • Fatima Cristina  setembro 13, 2014

      Estou aqui pq passei por uma dor. Estava num relacionamento com uma pessoa que não sei pq toda vez q estava junto dele sentia uma energia de morte. Com um ano que esta_vamos juntos acordei uma manha com ele me pedindo socorro, ouvi nitidamente a voz dele, acordei, e logo enviei uma mensagem dizendo q tive um sonho ruim com ele, que estava preocupada, e que ele se cuidasse, que D’us de Israel desse ele paz e saúde. Ele não respondeu. uma semana depois estava na rua, e por algum motivo q eu não sei tive q passar pela rua do cemitério, e vi q estava havendo um sepultamento, logo em seguida vi o carro dele no pisca alerta, achei estranho e parei minha moto pra olhar, tinha muita gente , eu estava com uma amiga, e disse pra ela q era o carro dele, mas achei estranho ja q ele tinha me dito que não ia em velório e coisa parecida. Só que juntos das pessoas eu vi ele em pé, ainda comentei com minha amiga, olha ele lá, ai pensei q foi a mãe dele q havia falecido pois vi ele junto com as pessoas, como ninguém da família dele me conhecia, eu segui pra casa , mais tarde procurei no noticiário do jornal local, pois pensei q iria saber quem de fato morreu, pois ele era uma pessoa influente na cidade. Quando abrir o jornal tinha uma reportagem da ultima entrevista dele antes de se suicidar. Era ele que tava sendo sepultado. isso mexeu muito comigo, e eu ainda sinto a energia dele como se ele estivesse vivo, penso q é por causa da dor q estou sentindo. E estou em busca de resposta.

      responder
      • phelipe  setembro 4, 2015

        olá Fatima Cristina, faz 1 ano que postou esta mensagem, caso ainda tenha duvidas, o famoso livro dos espíritos de Alan Kardec responderia suas perguntas.

        responder
    • Simone  junho 14, 2015

      Concordo em Gênero, número e grau….

      responder
    • Martha  setembro 2, 2015

      Oiiii adorei seu depoimento é simplismente fantastico e superador. Este é uma tema tenho muita curisidade e que me atrai a anos, porem tenho um pouco de medo ou talvez receio não sei ao certo, mais sempre quis descobri o que á após a morte. Entao muito obrigada por compartilhar sua vivência conosco.

      responder
    • Fatima Vale  setembro 22, 2015

      Parabéns! Seu depoimento abriu muito minha mente em relação a morte! É muito importante sabermos que o nosso espirito é nosso elo com ”DEUS’ ‘Que precisa ser trabalhado, se todo mundo tivesse essa consciência encararia a morte com mais naturalidade. Mas uma vez ”parabéns”.

      responder
    • Vinicius Stringueti  novembro 14, 2015

      Li seu depoimento e foi muito forte pelas experiências que o sr teve. Procuro respostasempre mas não sei onde encontrar. A morte me assusta e queria mudar isso. Sou de SP capital. Meu whatsapp eh (11) 95711-9256 Talvez o sr possa me ajudar. Obrigado

      responder
    • Luiz Antônio alves  fevereiro 26, 2016

      Adorei …parabéns

      responder
    • Wellington  abril 4, 2016

      Obrigado por compartikhar sua historia

      responder
    • Martha Pereira  agosto 6, 2016

      Não costumo falar muito sobre isso, pq pra mim tb é difícil acreditar plenamente, já q fui criada em uma religião q nos ensinava q nosso espirito após a morte descansaria e só acordaríamos no dia do juízo final. Li os relatos anteriores e senti a necessidade de registrar o meu. Caso ajude de alguma forma, terá valido a pena…
      Sempre tive uma proximidade muito grande com minha mãe, cuidava e a protegia como se fosse minha filha e o amor era e continua sendo enorme. Tentei ser uma grande filha, acho q por isso, DEUS me permitiu ficar ao lado dela até o fim. Minha mãe teve uma convulsão um mês após eu ter pedido demissão do meu trabalho, por isso pude cuidar dela e acompanhar todo seu tratamento e internações. A principio, achávamos q era algo q poderia ser resolvido, já q era muito saudável e jovem, porém, seis meses após, ela faleceu (19/3/2006) em razão de um tumor cerebral agressivo. Meu pai, era bem mais velho e frágil e não suportou todo nosso sofrimento, ou seja, no prazo de 1 mês e 20 dias perdi meu pai e minha mãe. Nem conseguiria descrever o q senti. Adoeci, entrei em depressão, emagreci 21 kg. Achava injusto e brigava com DEUS pq acreditava q não merecíamos todo aquele sofrimento, não daquela forma. Após assistir a missa de um ano do falecimento realizado por nossa família, cheguei em casa e olhando uma foto dela chorei muito, dizendo q, se realmente existissem anjos, pedissem a DEUS q me respondesse se minha mãe estava bem, q não era justo, q os honrei minha vida toda e éramos mais q mãe e filha, porém, pedi q o fizesse de forma q eu acreditasse, pq estava muito machucada e quase perdendo minha fé. Não lembro qto tempo depois comecei a sonhar. Era muito real. Vi minha mãe em um lugar q parecia um hospital e ela me pedia ajuda. Dizia q não queria ficar ali, q tinha saudade dos filhos e ouvi uma voz q a repreendeu dizendo “não faça isso, olha como sua filha está, ela não pode fazer nada por vc !” Eu acordava aos prantos. Em um dos sonhos ela me contou q não queria partir, q lutou muito p se manter aqui, mas “eles” não permitiram q ficasse. Ao contar esse sonho para minha tia, ela me olhou assustada, começou a chorar e contou q na ambulância a caminho do hospital (minha tia estava com ela este dia), minha mãe foi dada como morta. Foi sua última internação. Chegou no hospital coberta por um lençol e qdo o médico chegou perto do corpo, saiu correndo com a maca dizendo q deveriam levá-la pra UTI pq o coração voltou a bater. No dia seguinte, ocorreu a morte cerebral. DETALHE: na época, meus familiares juraram q não me contariam isso, pq aumentaria ainda mais minha dor. Muitas outras coisas aconteceram, mas resumindo, numa quinta feira sonhei q minha mãe chegou em minha casa para se despedir. Tinha uma senhora de pele clara, alta, magra e de cabelos curtos ao lado dela e me apresentou como se fosse alguém q cuidasse dela qdo estivesse triste. Disse q ia para um lugar com o nome parecido com “regeneração.” Nós nos abraçamos, choramos juntas e nos despedimos. Desta vez não contei meu sonho pra ninguém, pq minha familia perante a tantos fatos, acreditava q eu estava perturbada, q precisava procurar ajuda psicológica. No sábado daquela mesma semana, meu marido entra no quarto dizendo q havia sonhado com minha mãe. Juro q nem dei importância, pq se não acreditavam em mim, tb não me interessaria pelo q queria contar. Ele seguiu perguntando se eu tinha alguma tia q já havia partido, pq minha mãe tinha vindo junto com ela se despedir em seu sonho e q iriam para um lugar chamado….e eu o interrompi completando: algo parecido com “regeneração” ? Descrevi a Sra. q era exatamente a mesma q ele havia visto. Meu marido ficou paralisado, olhando para mim como se não acreditasse no q tava acontecendo e só ai, os convenci q aquilo era real. Não dá pra escrever aqui tudo q aconteceu, mas hoje sei q, após sofrer pela separação, ela está bem, em paz, seu rosto aparece iluminado e mais jovem, não chora mais em meus sonhos e estes, se tornaram cada vez mais raros, Agradeço a DEUS por ter me ouvido e a forma q encontrei de mostrar minha gratidão, foi voltar a estudar e no próximo ano me formo Biomédica. Vou me especializar em Oncologia e prometi converter meu amor no tratamento e cura destes pacientes. Acredito q este seja o plano de DEUS para minha vida. Que assim seja ! martha21092010@hotmail.com

      responder
    • Vitor Marchesini  agosto 15, 2016

      Relato incrível! Obrigado por compartilhar.

      responder
    • Ceres Helena Borges  fevereiro 17, 2017

      Muito boa sua colocação. Eu sou leiga no assunto, embora tenha estudado a doutrina espirita a anos atrás .
      Minha busca por respostas acontece porque eu fui casada durante 14 anos , separei a 1 anos e meio e em dezembro de 2016 meu ex marido morreu num acidente. Meu mundo ruiu. morávamos separados, mas
      não desgrudávamos um do outro. Existia algo entre nós que era como se um preenchesse o outro. As pessoas diziam que era dependência., mas ele era meu melhor amigos e eu era o mesmo para ele.
      Não me conformo com a perda. Ele tinha 47 anos e tinha uma vida toda pra viver. A vida foi brutalmente arrancada naquele acidente. Por isso busco respostas. Não sei o que há do outro lado da vida. Se ele sofre também com nossa separação física ou se ele está em paz. Se quando eu for daqui, irei reencontrar com ele. As vezes penso que não vou aguentar. Nesse ano e meio que moramos separados eu deixei de fazer tantas coisas! Nós vivemos uma história de amor tão linda e quando veio a crise no casamento , não soubemos contornar. Acomodamos e a paixão esfriou. O amor continuava vivo e eu não soube entender. Daí, vem a morte e a separação é definitiva. Já não há mais nada pra fazer . E dói, dói, a dor rasga a alma. Ele foi embora.
      Preciso, quero superar, mas não consigo. Então, me pergunto: aonde ele está? Será que vê meu sofrimento? Me digam, por favor que a morte não é o fim de tudo. Eu li a matéria, mas quero entender. Agradeceria se me respondesse.
      Ceres Helena

      responder
    • Dilma Silva  abril 8, 2017

      Obrigada por postar esse relato de experiência de vida, isso ajuda e reforça a convecção de que não somos apenas um pedaço de carne pensante!
      Gratidão!

      responder
  2. Rafael De Mattos  junho 25, 2015

    Essas experiências que gostaria de vivenciar. Por pior que fosse seria um grande alívio saber que existe vida após a morte. Mesmo que seja através do mal. Parece que o mal gosta de estar perto do ser humano. Sr é através dele que podemos saber se existe Deus e vida após a morte que seja.

    responder
  3. Leyliane  agosto 22, 2015

    Não acredito nos comentarios acima.. acredito na biblia e na biblia não fala sobre isso, isso e apenas teorias não quer dizer que realmente e verdade.

    responder
    • Vinicius Stringueti  novembro 14, 2015

      Tudo que está na bíblia eh teoria e história. Ela foi escrita por homens,e pode muito bem ter sido criada para manipular as grandes massas. Pra mim a bíblia entra em contradição quando aparenta ter dois deuses diferentes, um no velho e um no novo testamento. O do velho era um deus de guerra,que mandou pragas e até matou crianças inocentes no Egito (olho por olho -texto bíblico que prega recíproca ); no novo temos um deus de amor e compaixão, que prega o perdão e o amor (de a outra face-texto bíblico que diz que nao devemos retribuir a maldade). Logo vemos duas personalidades para um único Deus. Eum nao sou espírita,e acredito em Deus, mas não acredito nas religiões que usam a bíblia como alicerce,pq se a bíblia fosse tão clara,a religião não seria tão fragmentada e dividida… Esses estudos não se baseiam em teorias,mas em relatos que podem ser comprovados… teoria eh acreditar que um homem abriu o mar com um cajado… Não crítico sua crença, mas axo que nem vc acredita mesmo no que diz,se não vc não estaria lendo e comentando sobre esse assunto. Procure estudar a bíblia, a religião que vc frequentão, a religião da qual a sua provém, e os fatos que podem ou não serem comprovados científica e historicamente, e procure conhecer todas as religiões antes de dar crédito somente a uma e desacreditar das outras… Também procuro respostasempre, mas não vou encontrar nenhuma se eu for sético

      responder
      • -  julho 9, 2016

        Deus sempre foi e sempre será o mesmo, inclusive no velho e novo testamento. Ele é um Deus de justiça, amor e misericórdia…como um pai ou uma mãe que ama seu filho e o castiga quando erra, Deus age da mesma maneira. Ele é justo, castiga quando merecido. Mas também ama, porque é misericordioso.

        responder
    • Adelmo  fevereiro 21, 2016

      Leia na Bíblia 1 Samuel 28, versículo 7 em diante. Depois comente aqui.

      responder
    • Dilma Silva  abril 8, 2017

      Leilane e qual a certeza de que a bíblia não é teoria ou ideias de homens que queriam expor suas ideias?
      Pense, Deus foi diretamente a vc para garantir?
      Então, a mesma coisa são a realidade dos espíritos, se não temos garantia, ao menos temos a esperança que seja assim. Do mesmo jeito que é verdade a realidade da Bíblia. Cada espírito está evoluído ou desenvolvido para crer no que sua evolução, moral e intelectual permite.
      Pense! Mais pense com sinceridade para com vc mesma: Qual é a garantia que vc tem que a Bíblia é 100% verdade?
      Você pode provar?

      responder
  4. Jota Miguel  agosto 27, 2015

    Deixando de lado a religião e seitas diversas, a ciência nada pode provar ainda. Experiências de quase morte é pura balela, morreu ou não morreu, eis a questão. Quando algum suposto espírito puder se manifestar de alguma forma, e na presença de renomados cientistas, e for documentados, aí sim poderemos ter esperanças de vida pós-mortem.

    responder
    • Ian Luan  dezembro 21, 2015

      Olá amigo. Sempre temos essas dúvidas de morte e você parece ser do tipo “O que a ciência não prova, eu não acredito”. Mas muitos cientistas entrevistaram pessoas que sofreram parada cardíaco e ficaram em estado de consciência até ser “revivida”. O que mais chamou a atenção foi um homem de 57 anos que sofreu uma parada cardíaca e enquanto os medicos tentavam revivê-lo e enquanto ele estava morto, ele disse que via de fora do seu corpo os médicos revivendo, e ele deu todos os detalhes que foram confirmados depois pelos médicos. É incrível e até difícil de acreditar, mas por ser um fato científico fica mais fácil para você. (Vi isso no site meuHistory.com.br, um site do canal Hostory channel)

      responder
    • César  setembro 21, 2016

      Se você procurar verá que a ciência não diz que não existe, tanto que cientistas gastam muito dinheiro pesquisando tais acontecimentos. Muitos casos intrigantes, ocorreram quando pessoas cegas tiveram experiências de quase morte, e relataram que puderam VER TUDO pela primeira vez, e não foi só um caso, mas sim vários! A Ciência não sabe explicar o fato ocorrido. Além do mais, já é sabido que o ser humano é energia, e tem uma lei científica e física que diz: A energia não pode ser criada, não pode ser DESTRUÍDA, mas uma energia SE TRANSFORMA EM OUTRA. Sendo assim, o que acontece com a consciência humana quando morre, o que acontece com a energia humana quand morre? Se a ciência disser que tudo acaba, eles estariam se contradizendo…

      responder
  5. andreza  setembro 16, 2015

    perdi o amor da minha vida a Duas semanas, eu acordei de madrugada e liguei pra ele, não tinha costume de fazer isso falei com ele pelo zap e depois de 2minutos ele parou de responder! tinha sido assassinado,i último dia dele comigo foi diferente, muito amoroso, mas do que o normal com nossa filha estava diferente, parecia uma despedia e de fato foi! acredito em Deus, cresci no evangélico ,acredito na bíblia! mas se eu descobrisse que um dia vou ver meu amor de volta e beija lo olha ele vivo mesmo que seja em outro plano eu ficaria muito, muito feliz por que saberia que ele estaria a me esperar!

    responder
    • jeronimo  fevereiro 9, 2016

      Oiii Andreza,a sua história é idêntica com a minha .
      Passei pelo q você passou Deus chamou a minha amada para ir morar no paraizo na gloria seio de Abraão.
      E meses antes de acontecer isso Ela tava diferente omorosa carinhosa muito mais do q antes.
      Eu achei extranho, ja mais pensava q era a despedida.
      Acredito na bíblia acredito no nosso Deus vivo,graças a Deus q Ele me deu forças para poder suporta essa perda .
      Deixo o numero do meu wts pra VC.98479586

      responder
  6. Louis Clark  outubro 3, 2015

    Isso é assunto para muita discussão. O homem não gosta da ideia de que possa ser finito. O homem cria muitas fantasias a respeito de sí e da própria realidade (ou o que ELE julga ser real). Eu sou de opinião (é só opinião,nada a ver com religião) de que há vida após a morte do corpo físico. Se não houver,pelo menos se sai de vez desse mundo de m* .

    responder
  7. monica maria da silva  outubro 10, 2015

    eu acredito que estamos aqui apenas para nos experimentarmos e lembrarmos o quanto magnificentes podemos ser.para isso é necessário a forma física ou a matéria.mas entendemos tudo errado e passamos a vida perdendo o verdadeiro foco de nossas existencias

    responder
  8. Celestino Silva  outubro 15, 2015

    Claro que existe Vida após a morte do corpo físico, temos tantas provas, e a maioria das pessoas não acredita. É uma pena, isso é fato. Eu acredito nas Colônias ou Cidades Espirituais (como descritas no Livro “Nosso Lar”0 ditado pelo Espírito André Luiz e psicografado pelo Mestre Chico Xavier; acredito no Umbral (uma espécie de inferno e/ou purgatório); acredito em reencarnação e outras coisas mais. Isso é quase palpável. Todos nós já “vivemos” outra vida, mas DEUS é tão sábio e maravilhoso, que nós não lembramos. Já pensou se lembrássemos? Seria o caos! Existiria muito ódio, vingança, mágoa, rancor, etc… DEUS é maravilhoso!

    responder
    • Cesar  outubro 24, 2015

      Olá a todos eu credito muito em vida após a morte. Antes de relatar o q aconteceu comigo quero me desculpar pelos erros pois estou digitando pelo tablet.
      Sou casado a 20 anos com o Alex hj em dia minha familia nos aceita mas nos anos 90 nao era a mesma história. Minha mae nunca aceitou e nao ia em nossa casa. Nessa época ela e meu pai eram vivos ambos não nos aceitavam. Meu pai faleu e depois de 2 anos minha mãe faleceu no mesmo dia. O interessante foi q ela desencarnou meia noite e um.
      Quando eu era criança sempre brincava com minha mae q se caso ela fosse antes de mim ela nao iria aparecer para mim, atras de porta ou no escuro etc.
      Enfim ela adoeceu o câncer a consumiu ela desencarnou tristemente. Lembro q em uma ocasiao ela estava na cama no quarto dela gritanto para todos sairem pq queria ficar sozinha. Detalhe elaja estava sozinha.
      Outra vez ela me disse que meu pai tinha ido visitar varias vezes.
      Logo chegou o dia q ela finalmente desencarnou. Sofri muito muito uma ou duas semanas depois da sua morte.
      Eu estava muito triste porque ela apareceu nos sonhos dos meus irmaos e no meu nao. Dai lembrei do fato q eu nao queria q ela aparecesse para mim.
      Chorando fui ate o espelho e do fundo do coracao pedi para que ela viesse se despedir de mim.
      Naquela noite o que aconteceu foi divino.
      Fui dormir……
      Acordei imediatamente com a compainha tocando………..(tudo q ocorreu eu estava dormindo)
      Levantei reclamando….
      “Como pode alguem num sabado tocar a campainha tao cedo”
      O dia estava lindissimo um solzinho fresquinho cortina balançando com o vento.
      Atravessei a sala e fui atender a porta, quando abri fiquei parado em choque era minha mae com uma crianca linda.
      Eu disse :
      “Mae o que vc esta fazendo aqui, voce nao morreu?
      Ela disse:
      Sim filho!
      Nesse momento a menina que estava com ela passou por mim entrou na minha casa e ficou indo de comodo a comodo e nao parou.
      Minha mae disse:
      Nao vai me convidar pra entrar.?
      Eu disse: claro entra.
      Ela entrou e ficou parada na sala olhando meus moveis eu cheguei e perguntei como ela estava.
      Ela disse q estava bem e que havia passado um tempo num hospital. Perguntei sobre o lugar que ela estava ela me disse que era um local lindo.
      Dai perguntei se ela queria um cafe ela aceitou
      Gente eu fiz cafe na minha cafeteira q ela elogiou tomou cafe no meu copo.
      Dai chamei ela para ver minha sala de tv. Mostrei minha tv nova meu Dvd. Liguei o dvd e era o que eu havia deixado la… ela viu e comentou.
      No final ela me disse que precisava ir embora me abracou a menina que ficava correndo pela casa pegou na mal dela eu abri a porta elas sairam eu fechei a porta.
      Instataneamente eu acordei.

      Essa foi a experiência mais maravilhosa que Deus permitiu que eu tivesse.
      As palavras nao sao capazes de explicar os detalhes que foram ditos em meu encontro.
      Tudo aqui foi verídico nada foi invenção pois tenho até hj o dvd q mostrei pra ela etc.
      Agradeço por ter lido meu depoimento .

      Meu email é cesar.mcm@uol.com.br para qualquer pergunta.

      responder
      • Celestino Silva  novembro 30, 2015

        Que lindo o seu sonho César. Eu também sonho frequentemente com um primo (Ronaldo) que morreu em 2010 (antes da Copa do Mundo (ele gostava muito de futebol). Todo sonho que eu tenho com ele, é muito real; ele diz que está vivo, não admite que morreu, embora eu saiba no sonho que ele morreu. Ultimamente nos meus sonhos, ele já admitiu que desencarnou. Lembro que há pouco tempo eu perguntei onde ele estava? Se ele estava bem? Se não tinha ido para o Umbral? Ele me disse que nunca tinha sofrido, disse-me que o “Homem de Olhos Azuis” o protegia e nunca deixou que o maltratassem. Quem será o “Homem de Olhos Azuis”? Eu nunca lembrei de perguntar para ele!
        Fique na Paz e na Luz!!!

        responder
  9. Benedito  novembro 5, 2015

    Tb acredito em vida pos morte carnal.
    Tenho muito enteresse nesse assunto, como tb curiosidades.
    Tb conheço a historia (nosso lar)
    Gostaria muito de vivenciar uma experiencia (contato)
    Admiro os Mediuns, gostaria muito de ser um deles.
    Pra mim é um previlegio a pessoa que consegue algum tipo de contato com os espiritos.
    Deus abençoe a todos.
    Bené

    responder
  10. Ivete  novembro 18, 2015

    Eu quando comecei a le o evangalho segundo o espiritismo tinha sonhos horriveis e pertubadores. No centro espirita ne sentia mto mau algo se apoçava do meu corpo nao sei explicar p mim nao foi uma experiencia boa parei de frequentar e fui p a igreja ate hoje sonho mto com pessoas que ja morreram nao sei o que e isso

    responder
  11. Bruno Santos  janeiro 4, 2016

    Fui 3 vezes a centros espíritas para ter noção e certezas sobre existir algo para além de o que existe neste nosso mundo material mas não senti nem vi nada diferente do resto das religiões.Religião não acredito em Deus e Jesus sim.Todos os dias tenho por hábito falar ou ourar com Deus mesmo não tendo religião.Já tentei viagem astral não consigo gostava realmente de ter experiência ou de assistir a uma ou duas sessões espíritas para com os meus olhos confirmar mas de uma coisa é certa quem nunca teve dejavous passar em sítios ou ter aquela conversa ou ver algo ou alguém que não foi a primeira vez mesmo sabendo que não se tinha visto falado ou passado por essa mesma situação.Acredito ou quero acreditar que somos mais que isto mas gostava de poder ter eu mesmo essas confirmações ao invés de serem outros a contarem me.Não deve ser fácil e até deve assustar mas mesmo assim era um risco que gostava de ter até porque quem tem essa certeza enfrenta a morte de outra perspectiva mais consciente porque fácil nunca é.Mesmo o mundo estando mal estar por cá com a minha família é aquilo que peco a Deus todos os dias agradeço por um novo dia e deito a pedir que me proteja e me dê saúde a mim e todos os meus familiares que possamos acordar no dia seguinte.Muito obrigado e que Deus abençoe todos vocês com muita saúde amor e uma vida tranquila abraço.

    responder
    • Cláudio  abril 9, 2016

      Ola Bruno!Li sua mensagem de janeiro deste ano e me identifiquei bastantes com você.Sempre fui muito racional e gosto tambem de “ver para crer”.Compartilho com você o desejo de passar por uma experiencia que me prove, definitivamente, a existencia de vida apos a morte.Gostaria muito de acompanhar a sua jornada, assim vamos trocando experiencias.Meu whatsapp e 14 998107042

      responder
    • Vera de Andrade  abril 15, 2016

      Doutrina Espírita não é religião!

      responder
  12. Adelson  fevereiro 8, 2016

    Eu acredito muito no cientista mas eo espirito veio de onde e logco que deus existe porque através de tudo que existe nos vimos de onde quem fez nos tem fortes provas que deus existiu na terra eu acredito hem deus nos estudos tbm mas tinha que pesquisar de todas as maneiras tudo oque se sabe da vida na terra pra depois juntar tudo e tentar concretizar hum objetivo as pessoas tinha que intender nos somos perfeitos para vida na terra algem fez isso eu acredito na consciência apos a morte mas ela vai pra deus retorna praquem nos deu deus acima de tudo

    responder
  13. Saullo Cintra  fevereiro 24, 2016

    Minha tia materna mais nova faleceu há 11 meses vítima de um AVC hemorrágico extenso e súbito. O sofrimento só não foi maior a mim pois, mais ou menos 24 horas pós-óbito da mesma, tive o privilégio do primeiro contato com ela. Eu cochilei no sofá, a via chegar na sala e surpreso perguntava
    a ela, chorando: tia como você tá? Ela meio que adentrou em meu corpo adormecido, como que a utilizar de minhas cordas vocais para o contato, como que por inexperiência, para a comunição dizendo: eu estou bem! Repetia várias vezes… Neste instante acordo e ainda estou de boca aberta pronunciando com o ritmo vocal dela o último: eu estou bem! E desta vez, ouvido pela minha própria boca e já acordado. Aos mais céticos, poderá parecer sonho por pensamento focado; para mim, uma comunicação real com um ente amado. Muita paz a todos (as)!

    responder
  14. Wesley  fevereiro 28, 2016

    Há mais ou menos um ano atrás estava em minha casa, foi num domingo, a tarde, deitado de bruços, nao estava dormindo, porém de olhos fechados, meu grande amigo tinha falecido há uns cinco meses antes, bom até aí tudo normal, mas, de repente, me vi numa sala grande, com colunas, janelas onde vi olhando para a janela parecia pinheiros ou eucaliptos bem altos e no meio da sala um vão com uma luz branca bem forte e fiquei parado olhando pra luz, parece que fui colocado ali, sendo que derrepente desse vão, onde estava essa luz branca sai meu amigo falecido e vem caminhando em minha direção, fiquei assustado e com medo e ele aproximou de mim parou na minha frente, fiquei com extremo medo e disse a ela, mas o sr. morreu. Ele me disse: A civilização autorizou, quando ele disse isso meu medo era tanto que esbarrei no meu celular que estava na cama e voltei. Era uma pessoa muito importante na minha vida, pensava muito nele, depois disso não aconteceu mais

    responder
    • claudio  julho 5, 2016

      você simplesmente saiu de seu corpo no momneoto de sono e encontrou-se com seu amigo isso é perfeitamente normal, todas as noites quando dormes você sai do corpo e encontrasse com varias pessoas amigas ou não, algumas vezes você lembra outras não, quando você sonha e tem sensações agrafáveis ou desagradáveis você esta com um afeto ou desafeto isso é perfeitamente normal

      responder
  15. Paulo Henrique Galdino  março 31, 2016

    No cinema há boas obras que relatam sobre isso.
    esse video mostra algumas delas e acho super interessante dar uma olhada!
    http://www.youtube.com/watch?v=PdZuPgl9MxY&list=PLRJi_2BuVQkh28tmQFhYiAHF_EXs1Apxt

    responder
  16. Cláudio  abril 9, 2016

    Sou daquelas pessoas racionais que procuram respostas claras e objetivas para todas as questoes que envolvem a questao de “Vida após a Morte”.Respeito todas as opiniões e fico emocionado ao ler os depoimentos dos nossos irmãos.Gostaria muito de deixar meu contato e ter o privilegio de poder ter informaçao de novas experiencias ou de grupos de pessoas que trocam informaçoes e experiencias dentro deste assunto, que ao mesmo tempo me atrai, como tambem me assusta.Meu email e cbuarraj@gmail.com e meu whats e 14 998107042. Forte Energia positiva a todos!!!.

    responder
  17. Bruno Santos  junho 9, 2016

    Acredito ou quero acreditar pois a ideia de um dia partir e deixar mulher e filhos assusta me todos os dias peço a Deus que me dê saúde e fé a mim aos meus e mundo em geral.Ja frequentei casas espíritas em Inglaterra agora em Lisboa vou tentar ir também apesar de algum receio gostava de ter uma prova como São Tomé ver para crer mas ao mesmo tempo não sei como reagiria.Sera que nas casas espíritas ainda fazem aquele tipo de encontros com mesas giratórias.Que Deus abençoe todos com muita saúde o nosso bem mais precioso acompanhado de bastante fé e amor.

    responder
    • claudio  julho 6, 2016

      Não tenha medo faça Orações diariamente, mesas giratórias hoje não é mais necessário poes acreditamos sem que seja necessário prodígios

      responder
  18. Daize aparecida gargano  junho 23, 2016

    Meu filho faleceu no dia 12.12.2014 numa sexta feira no sábado teve a cerimônia no crematório de vila alpina na noite de sábado para domingo minha neta que tinha 7 anos acordou e disse: eu sonhei com o títlo ele disse pra vcs não chorarem que ele está bem me deu um beijo e foi embora

    responder
  19. Naiara  junho 30, 2016

    Gente sou muito cética em relação a essa coisa de espíritos se comunicarem, mas faz 25 dias que perdi uma pessoa extremamente querida e de uma forma muito trágica, eu não consigo superar essa dor de jeito nenhum e eu desejei do fundo do coração que a pessoa aparecesse pra mim, porque a gente nem se despediu direito… Já sonhei mais de três vezes com ele, mas nada que eu tenha considerado significante e ontem enquanto eu tomava banho ouvindo uma playlist que fiz em homenagem a ele no spotify, do nada pulou para uma música que ele me mandou dois dias antes de morrer, uma música linda que na hora que ele mandou eu nem dei muita bola, mas ontem quando começou a tocar do nada, sem ninguém mudar de playlist quase tive um ataque cardíaco, e segui acreditando que alguma coisa aconteceu, mas a música começou a tocar sem explicação e eu pedi tanto uma aparição, mas na hora que uma coisa assim aconteceu eu fiquei incrédula… Vocês acham possível? A música é extremamente consoladora e fala sobre um amor que partiu 🙁 … pra quem quiser ouvir https://www.youtube.com/watch?v=LmRrLl8aLfE … gostaria de algumas opiniões sobre essa situação e se vocês acreditam que isso seja possível.

    responder
    • Maria  setembro 20, 2016

      Eu acredito ser possível sim.
      Vivi esta experiência por quase seis meses. Tenho um amigo que era casado com um rapaz que morreu, (eu não era próxima e ele), mas quando ele ficou doente com um tipo de câncer raro, depois do primeiro episódio de gravidade do quadro de saúde, passei a ter uma experiência muito interessante recebia em meu celular uma mensagem que meu amigo havia me passado logo que o câncer foi diagnosticado pedindo oração por seu marido. O detalhe é que ela chegava pra mim como pela caixa de saída, como se eu tivesse mandado pra mim mesma, até ai nada extraordinário, procurava me convencer que meu celular tinha um problema, embora isso só acontecesse com esta situação específica, mas o que realmente fazia a diferença era que todas as vezes que meu celular recebia esta mensagem havia alteração no seu quadro de saúde, na maioria das vezes piora, eu jamais estive com ele no hospital, até porque ele ficou quase o tempo todo na CTI, mas quando isso acontecia eu conseguia descrever a cena pro meu amigo que confirmava o que presenciava no momento ou o relato dos médicos, até o dia de sua morte, no meu trabalho algumas pessoas presenciaram minha emoção quando de alguma forma ao receber mais uma das mensagens estranhas, sabia ser aquela a ultima vez, às 15:05h, pois era uma despedida. Ele morreu no dia seguinte às 10:20h.
      Por isso acho que o espírito do seu amigo pode ter se manifestado pelo seu aparelho e mudado a música sim!!!

      responder
  20. Walace  agosto 10, 2016

    eu tenho muito medo da morte, gostaria que alguém me explicase melhor as coisas, queria poder tirar esse medo de dentro de mim, obrigado.

    responder
  21. Edson  agosto 15, 2016

    Minhas palavras são simples, sou melhor falando do que escrevendo, vou descrever um fato recente.
    Meu cunhado faleceu a dois dias atras por volta das 19hrs por morte subita, coração. Recebemos a noticia via telefone 40 minutos depois pela minha irmã. Mas o que ocorreu antes foi estranho, meu filho que estava no computador jogando com fone de ouvido não escutou nem a campainha que tocamos varias vezes, estava totalmente focado no jogo e pouco antes da ligação ele sentiu como se alguem pegasse forte no ombro dele por volta das 7hrs30, disse que olhou pra traz e não viu ninguem. Achou que fosse Eu fazendo pegadinha, mas não fui no quarto dele naquele dia.
    Acredito em Deus em uma força superior, mas não pratico religiao, Deus já me ajudou varias vezes e na verdade a todo momento me ajuda. Achei interessante este fato e por isso compartilho. Fé e Grande abraço.

    responder
  22. Vitor Marchesini  agosto 15, 2016

    Uma publicação incrível! Há altíssima qualidade no que se refere a dados e referências.

    responder
  23. Beccafran  setembro 8, 2016

    Para entender a morte devemos pensar melhor no nascimento. Se partirmos da idéia de que viemos de algum lugar é certo que voltaremos pra ele ou outro, mas nao deixamos de existir. Não devemos simplesmente negar aquilo que o nosso entendimento não alcança.

    responder
  24. Becca  setembro 8, 2016

    Para entender a morte devemos pensar melhor no nascimento.

    responder
  25. joão paulo  novembro 20, 2016

    bom me chamo joão paulo e estou aqui simplesmente para contar meu relato a voçês.tinha na época 14 anos e desde pequeno tenho experincias esperituais estranhas.bom vamos la….meus pais na época alugaram uma casa para reformarmos a nossa,a casa é linda e hoje em dia moro em outra casa ao lado dela.logo na 1 semana senti algo pesado nesta casa mais como não entendia deixava pra la,até que logo na 1 sexta feira meus pais quiseram jantar fora e acabei ficando em casa sozinho não quis acompanha-los.dormi na sala da casa sobre o carpete e quando acodei por volta das 03:03 da manhã a televisão e todas as luzes da casa e do jardim estavam apagadas,senti que não estava sozinho de imediato,acendi a luz da sala e fui na garagem aonde vi que eles ainda não tinha chegado.então fui para o quarto deitei e não consegui dormir de forma alguma,do nada o medo algo que nunca tinha sentido começou a me dominar,quando abri os olhos vi na porta do quarto em pé na minha frente um vulto negro na forma de uma garotinha mais ou menos uns 10 anos pelo tamanha o quarto esfriou neste momento não me lembro de mais nada e acordei novamente na sala com meus pais me chamando as 04:00 horas da manhã,alguem pode me dizer o que foi realmente que aconteceu ou pode ter acontecido comigo?att joão paulo

    responder
  26. sone  dezembro 5, 2016

    Tenho medo da morte por achar q não tem nada depois, devido a isso desenvolvi síndrome do pânico e depressão. Tentei suicídio mais de uma vez, a última agora fiquei inconsciente mais não vi nada que comprovasse q existe um espírito, alma ou algo assim. Vivo medicada devido esse medo. Queria muito ter essa certeza de q existe vida após essa, acho q assim conseguiria ser um pouco feliz.

    responder
  27. Areta  janeiro 17, 2017

    Que artigo fantástico! As fontes mencionadas são todas relacionadas a médicos, cientistas e outros estudiosos no campo de estudo da vida pós morte e existência do espírito, independente de religião ou crença. Maravilhoso!

    responder

Enviar um comentário