Você, ao se aventurar em nascer, saiu do aconchego do útero, do calor, do abrigo seguro do ventre materno. Aí se deu seu primeiro corte, sua primeira “ castração” e você sentiu fome, frio e angústia. Logo em seguida veio o seio e com ele a fome passou, seu corpo se aqueceu novamente, você conheceu a satisfação e a desejou, mas eis que veio o segundo corte e o seio foi tirado de você. Você passou a desejar o amor de sua mãe só para você, mas  novamente surge  este e mais um corte quando você vivenciou o complexo de Édipo e descobriu que seu desejo não se realizaria.

Aí você passou a desejar outras coisas, a ter outros interesses. Todos os cortes pelos quais passou, lhe impulsionaram para o seu próprio desenvolvimento, para um rico aprendizado diante de tantos desafios e de tantas novas direções, metas e possibilidades, muito mais abrangentes do que aquelas que estavam próximas de seu ponto de segurança.

Você desejou viver no seu princípio do prazer, mas teve que encarar o princípio da realidade.

Mas, da mesma forma que uma fruta madura, que contrariando todas as leis da natureza, não cai da árvore no momento certo, e com isso se estraga, sem ter tido toda a sua potencialidade explorada e realizado o sentido de sua vida, qual seria a sua “zona de conforto” que ainda não lhe permitiu explorar novos horizontes? Qual é a parte de sua vida que você está se agarrando como uma criança no colo da mãe ou como o fruto maduro com medo de cair no chão? Você quer entrar em uma caverna e se encolher como quando estava sendo gerado ou deseja sair desse “útero” e desbravar a vida com todas as possibilidades que você mesmo pode criar? Que tal “se desmamar”? Desmamar de seus vícios, dependências, medos, inseguranças, crenças, padrões negativos de comportamento e de pensamento e se permitir descobrir-se como um ser capaz de seguir sua vida caminhando na liberdade de seus próprios passos, de suas próprias escolhas e conquistas e de novos desafios rumo ao seu autoconhecimento e à plenitude de sua vida!

“Desmame-se”!

Simone Filkauskas Sequeira

Terapeuta