O que é o PSYCH-K®?

Sua realidade é criada por suas “crenças”. Essas crenças são frequentemente o resultado de programações que ocorreram ao longo da vida e representam uma poderosa influência no comportamento humano. As conclusões (ou seja, crenças, atitudes, valores etc) desenhadas pela nossa experiência passada são armazenadas na nossa mente subconsciente, abaixo do nível da percepção consciente. Essas crenças subconscientes criam filtros de percepção através dos quais nós respondemos aos desafios da vida. É através das nossas crenças que formamos a percepção do mundo e de nós mesmos e a partir dessas percepções nós desenvolvemos comportamentos.

Frequentemente, a forma mais efetiva de mudar um comportamento é mudar a(s) crença(s) subconsciente(s) que o(s) apoia(m). É isso que o Psych-k faz, fornecendo uma variedade de formas para rapidamente identificar e transformar crenças que nos “limitam” em crenças que nos “apoiam”, em qualquer área de nossas vidas, permitindo-nos direcionar conscientemente as mudanças sem passar por dores ou dificuldades desnecessárias.

Trata-se de um método simples e direto para mudar crenças autolimitantes no nível subconsciente da mente, onde quase todos os comportamentos humanos – construtivos e destrutivos – se originam. Seu propósito geral é acelerar a evolução individual e global pelo alinhamento das crenças subconscientes com a sabedoria consciente das maiores tradições espirituais e intelectuais.

A técnica PSYCH-K® ficou conhecida no Brasil a partir do livro A Biologia da Crença, escrito pelo biólogo norte-americano Bruce H. Lipton e publicado pela Editora Butterfly. Autoridade internacionalmente reconhecida no meio acadêmico por seus estudos sobre clonagem de células-tronco, ex-professor da Escola de Medicina da Universidade de Wisconsin, pesquisador da Universidade de Stanford (EUA), teve insights fundamentais sobre o controle que o ambiente exerce sobre as células a partir de suas membranas enquanto era professor de um Curso de Medicina, em uma faculdade do Caribe. Seus estudos pioneiros sobre a membrana celular resultaram no surgimento de uma nova ciência, a epigenética.

A “nova biologia” leva em consideração os conceitos da mecânica quântica e reconhece o papel de forças de energia invisíveis que formam, coletivamente, campos integrados e interdependentes que atuam nos mecanismos das células. As moléculas do corpo são controladas por frequências de energia vibracional, de forma que a luz, o som e outras energias eletromagnéticas influenciam profundamente todas as funções da vida. Entre as forças energéticas que controlam a vida estão os campos eletromagnéticos gerados pela mente.

Após longos anos de pesquisa, Bruce Lipton deparou-se com a realidade de que não são os genes que determinam nossa vida. Na verdade, nossas crenças, ou seja, a forma como percebemos os estímulos que recebemos do ambiente é que controlam nossa biologia, ativando nossos genes. Essa nova concepção nos tira da condição de “vítimas” da hereditariedade. A boa notícia dessa “nova biologia” é a consciência de que nossos genes ou nosso comportamento auto-destrutivo não são algo definitivo e imutável a que estamos irremediavelmente presos. Podemos, sim, modificar determinados padrões e reações arraigadas em nosso sistema a qualquer momento, acessando a nossa mente subconsciente, depositária de nossas crenças.

“O ‘segredo da vida’ é a crença. Ao invés dos genes, são nossas crenças que controlam nossas vidas. O PSYCH-K® é um conjunto de processos simples e empoderadores para mudar suas crenças e percepções que têm um impacto em sua vida a nível celular”.
Bruce Lipton, Ph.D

Em seu livro, Lipton conta como conheceu o PSYCH K® e o recomenda como uma técnica psicológica segura, de última geração, que utiliza a “energia” e permite acessar e reprogramar programas subconscientes.

O método PSYCH-K®

O processo envolve técnicas simples, diretas e facilmente verificáveis. A interação mente-corpo é conseguida a partir dos testes musculares da Cinesiologia, acessando-se, assim, “arquivos” limitadores da mente subconsciente. Também utiliza técnicas de integração dos hemisférios cerebrais direito e esquerdo, resultando num estado de “cérebro-integral”, mais suscetível a efetuar mudanças rápidas e de longa duração em programas subconscientes obsoletos. O aspecto espiritual também é levado em conta em todos os processos do PSYCH-K®. Robert Williams, criador do método, afirma que é possível, através de um teste muscular, acessar a mente “superconsciente” da pessoa e verificar se suas metas são seguras e apropriadas.

Saiba mais no link abaixo:

A Biologia do Pensamento

Terapeuta:

Luiz Carlos Costa Sequeira

.