O stress pode surgir de várias causas e, ao contrário do que se pensa, não ataca só executivos e empresários de vida atribulada, cheia de responsabilidades e compromissos.

Ele pode inclusive fazer parte da vida de muitas crianças e adolescentes que acabam vivendo uma rotina sem tempo de respirar: É escola de manhã, aula de inglês depois do almoço, natação à tarde, lição de casa, prova, aula de reforço, médico, dentista, balé, reunião com a família e todos os parentes possíveis e imagináveis no final de semana.

A causa pode também ser alimentar quando, por falta de uma alimentação adequada, apresentamos carências de certos minerais e vitaminas em nosso organismo e decorrente deste fator, sintomas como apatia, desânimo, falta de vitalidade, queda de rendimento, depressão, tristeza e desinteresse até pela própria vida.

Outra causa de muita importância é a emocional. Quando estamos insatisfeitos com o trabalho ou profissão que exercemos, quando não nos encontramos na vida, quando cometemos repetidas vezes os mesmos erros e não conseguimos mudar de atitude, quando passamos por uma decepção, desilusão, trauma e não conseguimos nos reerguer ou quando vivenciamos um conflito interior muito grande e nosso organismo o absorve na forma de uma somatização.

Bom, onde entra a Terapia Holística em tudo isso? O fato é que, diferente da medicina tradicional ortodoxa, que busca tratar os sintomas apresentados, a Terapia Holística enxerga o ser humano como um todo e busca o equilíbrio físico, mental, emocional e energético ao investigar as causas de tais somatizações.
Enquanto um médico, ao tratar de uma gripe, receita antitérmico para a febre, analgésico para a dor e vitamina c para aumentar a resistência, na Terapia Holística pesquisa-se o que fez com que a pessoa “absorvesse” aquela enfermidade, ou seja, qual foi o desequilibro emocional ou o estado mental negativo que originou aquela doença. Qual foi a porta do sistema humano que se abriu para dar entrada à tal desequilíbrio. Como dizia o Dr. Edward Bach, ( médico inglês que na década de trinta criou os remédios florais que levam seu nome) “Não tratem a doença, tratem o doente! Não existem doenças, existem pessoas doentes”. Desta maneira, indo na raiz da questão, conseguimos muito mais rapidamente e com grande eficácia, fazer com que a pessoa por si só se cure, entendendo e transformando dentro de si mesma, o que originou sua doença ou desequilíbrio. Como diz a Lei de Hering: “Toda cura ocorre de dentro para fora, do centro para as extremidades.” Importantíssimo ressaltar que estamos nos referindo à questões de ordem emocional e energética que contribuíram para gerar tal doença, pois qualquer doença deve ser tratada por um médico competente e qualquer desequilíbrio, seja energético ou conforme acima citado, deve ser tratado também por um terapeuta, já que terapeutas não fazem diagnósticos, nem tratam doenças e sim os médicos.

Tudo isso vem do fato de que a Terapia Holística sabe que a doença na verdade é o resultado de todo um processo que deve e merece ser investigado, assim como o stress que tem causas e efeitos diferentes em cada pessoa. Esta pessoa deve ser tratada como um ser único e especial e não como um produto.
Terapias importantes e consideráveis no tratamento do stress são, entre outras , a Terapia Ortomolecular, por pesquisar as carências minerais que estão interferindo em nosso bem estar e através de processos como bandagens ( que desintoxicam o organismo) e o uso de oligoelementos, supre essas carências melhorando nossa qualidade de vida.

Outra Terapia é a Floral de Bach, pois os Florais atuam em nosso emocional, exatamente na causa do nosso stress, eliminando assim os sintomas do mesmo, quando nos reequilibramos.

Associamos ainda o Balanceamento Muscular, por desbloquear os meridianos de nosso corpo, que ficam bloqueados, sem que a energia vital percorra de maneira homogênea nosso sistema, quando passamos por momentos de stress. O Balanceamento reequilibra nossa energia, traz leveza, bem estar e nos coloca em nosso centro, onde naturalmente possuímos a paz interior que é parte de nossa natureza original.

Além dessas terapias, existem muitas outras úteis e importantes como o Reiki, a Acupuntura, e as demais terapias naturais sérias e coerentes com as necessidades de cada ser humano. Esse é o nosso trabalho, o nosso objetivo e a nossa missão.