Dicas para seus cabelos

Postado por:

Dicas para a saúde dos cabelos

Antes de tudo, cabe dizer que perdemos em média de 100 à 150 fios de cabelos por dia. Não devemos nos preocupar, pois esta quantidade está dentro da normalidade. Sempre que cai um fio de cabelo, existe um novo surgindo em seu lugar. É assim que ele se renova. Só há motivo para preocupação quando percebemos que o volume diário de queda de cabelo é superior a essa quantia, ou quando notamos que não há surgimento de novos cabelos. Aí sim torna-se necessária uma investigação para se determinar as possíveis causas do problema.

Como tratar dos cabelos

Tudo começa com a alimentação. Precisamos de nutrientes para nosso corpo, que responde a uma boa alimentação com uma excelente qualidade de vida para nós.

Quando não fazemos uma refeição equilibrada e apresentamos carência em vitaminas, proteínas e sais minerais, a maneira que o nosso organismo encontra para se manter suprido é “roubando” de si mesmo estas vitaminas e tudo mais! De onde ele rouba? Adivinhem: do que não é prioritário para ele, nem vital, ou seja: Cabelos e unhas!

É claro que a alimentação é apenas uma das causas da queda de cabelos. Quem sofre disso, deve fazer uma pesquisa com um bom especialista para identificar se a causa é realmente alimentar, hormonal, genética ou se está ligada a um nível muito alto de stress.

O que posso dizer em relação à alimentação é o seguinte:

O ideal é reduzir o consumo de carnes, que geram toxidade ao nosso organismo, interferindo assim na qualidade dos fios capilares. O excesso de queijos e principalmente de leite, gera mucosidade em nosso organismo, podendo ocasionar a caspa.

Alimentos benéficos são: O Agrião, que é rico em sais minerais e vitaminas, portanto considerado um maravilhoso e eficaz tônico capilar de uso interno. Pode ser ingerido todos os dias, em pequenas quantidades, apenas em uma única refeição e já será suficiente.

Outra dica é a semente de girassol, que é riquíssima em vitaminas A e B e que fortalece os cabelos, deixando-os sedosos e bonitos. Mastigar essas sementes é um ótimo costume! Consta que os índios norte-americanos possuem uma cabeleira majestosa por ingerirem as sementes de girassol.

O limão também é mencionado como um excelente provedor de vitaminas para os cabelos, sendo aconselhável tomá-lo em forma de limonadas em jejum, de preferência sem açúcar, todos os dias. Acredita-se que ele é responsável por amenizar e até curar a alopecia.

Fora a alimentação, o cuidado direto com os cabelos seria o de lavá-los preferencialmente com produtos naturais, como os shampoos de ervas. Falando em ervas, podemos também usá-las em forma de chás para banhar os cabelos. Deve-se esperar que o chá esfrie antes de utilizá-lo. Depois é só molhar os cabelos com os mesmos, deixá-los durante uns quinze minutos em uma touca plástica e enxaguá-los!

Para você ter uma idéia dos benefícios das ervas, vou citar aqui algumas delas, que você pode encontrar em shampoos ou até mesmo prepará-las em forma de chá, conforme já mencionado:

CAPUCHINHA: Fortalece o couro cabeludo, tornando os cabelos fortes e brilhantes. Promove o crescimento capilar e é antiqueda.

AVENCA: Antiqueda, tônico capilar e fortalecedor.

ALECRIM: Fortalece as raízes do cabelo, ajuda a combater a queda, fortalecendo o couro cabeludo.

ALGAS MARINHAS: Nutrem o couro cabeludo, melhora a circulação e é antiqueda.

BABOSA: Dá brilho, resistência e força aos cabelos.

CAMOMILA: Clareia os cabelos, tornando-os brilhantes e sedosos.

CONFREI: Para cabelos fracos e quebradiços. Combate caspa e seborréia.

JOJOBA: Fortalece cabelo e couro cabeludo, dá brilho e é considerada antiembranquecimento.

MEL: Hidrata os cabelos ressecados, dá brilho e maciez.

BARDANA: Para caspa, seborréia e queda de cabelo.

BÉTULA: Anticaspa, seborréia, tônico capilar e antiqueda.

Esses são apenas alguns exemplos, mas existem diversas ervas capazes de melhorar a qualidade dos cabelos. Vale a pena pesquisar!

Outro cuidado tão importante quanto à alimentação, higiene e tratamento tópico com as ervas, é o de  ativarmos a circulação sangüínea do couro cabeludo, para que todos os nutrientes que ele necessita, cheguem até o mesmo, sem obstáculos no caminho.

Devido a tensão e o stress do dia-a-dia, muitas vezes deixamos “travados” nosso pescoço e músculo trapézio. Esse “travamento”, ou endurecimento e tensão, dificultam o caminho de circulação de sangue com nutrientes até o couro cabeludo, que por sua vez acaba se tornando uma espécie de placa, sem movimento e preso demais ao crânio.

O grande segredo é deixar esta região o mais solta possível.

Massagens capilares são ótimas e recomendadas, mas não são suficientes! É necessário massagear o músculo trapézio, movimentar o pescoço e cabeça com movimentos circulares da direita para esquerda e vice-versa.

Mexer as sobrancelhas, franzindo a testa, tentar movimentar as orelhas e fazer caretas com olhos, testa, nariz e boca são exercícios engraçados, mas muito eficazes por conseguirem, aos poucos, soltar o couro cabeludo, ativando a circulação do mesmo e proporcionando saúde capilar.

Deve-se também ter o hábito de puxar os cabelos, pequenas quantidades de cada vez, pois é um estímulo ótimo para fortalecê-los. Não se preocupe com os cabelos que caírem! Só caem os cabelos que de fato já estavam mortos e que tiveram seus aproximados dois a quatro anos de vida. Caindo, dão espaço para que um novo fio comece a nascer.

Todos estes exercícios devem ser feitos diariamente. O resultado não é imediato, mas com o passar dos meses, já começa a se notar a diferença. Vale a pena, embora seja necessária disciplina e dedicação.

Por último, devemos nos empenhar em levar uma vida tranqüila, aprendendo a lidar com o stress, ansiedade, agitação, nossos medos e frustrações. Cuidando da mente e da alma, nosso emocional entra em equilíbrio e, conseqüentemente, todo o nosso ser reflete esse estado de paz interior.

5

Sobre o Autor:

  Artigos Relacionados

Comentários

  1. Leide  abril 19, 2014

    Olá, tenho cabelos cacheados e sei dos benefícios das Algas Marinhas, gostaria de saber onde posso comprar.
    grata

    responder
    • luanissa  julho 3, 2015

      ola, bom eu peguei as minhas no mar mesmo. deixei elas de molho alguns minutos para tirar o sal do mar. misturei elas com creme. meu cabelo clareou e deixou um brilho incrivel. fica a dica. bjs

      responder
  2. Flavia  junho 23, 2014

    Dicas valiosas

    responder
  3. Rose  setembro 22, 2015

    Olá sou Rose meu cabelo tá muito quebrado muito fraco mesmo, fico imaginando quando vou lavar…pq é o dia que mais cai passava guanidina e isso acabou mais ainda com meu cabelo como faço com as algas antes de passar no cabelo?

    responder
  4. Maristela  junho 2, 2016

    nossa tem confrei para dar e vender na minha casa, agora ja tenho um destino para eles!! Amei a matéria muito obrigada, nossos cabelos cabelos é tudo para nós mulheres

    responder

Enviar um comentário