Agua – A horrível história por trás da fluoretação

Postado por:

Foi no ano de 1939 que um famoso instituto do lado leste dos Estados Unidos comissionou seus bioquímicos para encontrar um uso para o fluoreto de sódio da produção de fundições de alumínio. Outras 45 indústrias também possuíam problemas de descarte de fluoreto. Muitas eram atormentadas pelos danos dispendiosos de processos fruto dos efeitos danosos do envenenamento de animais nas fazendas e na lavoura.

Foi no ano de 1939 que um famoso instituto do lado leste dos Estados Unidos comissionou seus bioquímicos para encontrar um uso para o fluoreto de sódio residual da produção de fundições de alumínio. Outras 45 indústrias também possuíam problemas de descarte de fluoreto. Muitas eram atormentadas pelos danos dispendiosos de processos fruto dos efeitos danosos do envenenamento de animais nas fazendas e na lavoura.

Refinarias, fundições de metais, fabricas de ladrilhos, de tijolos, de aço, de fertilizantes e de cerâmica e muitas instalações da Comissão de Energia Atômica foram envolvidas. O custo para eliminar esse produto químico era fantasticamente alto. Não havia nenhum meio que esse resíduo pudesse ser adequado para um uso economicamente viável?

Naquele momento um dos bioquímicos que era inteligente e habilidoso, veio com uma idéia para ganhar muito dinheiro: por que não dissolver o produto na agua potável? Ele não tinha nenhum conhecimento médico e não tinha conduzido qualquer pesquisa clinica quanto aos efeitos do fluoreto de sódio na química do corpo humano. Sua idéia foi enaltecida nas companhias que estavam afundadas em como fazer com o lixo do fluoreto de sódio.

O próximo passo não foi difícil…mandar a idéia para as empresas de propaganda e deixa-los fazer uma lavagem cerebral no publico fazendo com que acreditassem que a maior medida  de saúde nos tempos modernos tinha sido descoberto. Forneça uma “grande mentira” ao ingênuo publico americano e se parecer cientifico, eles mordem a isca – são fisgados, acreditam e afundam!  Assim eles usaram a historia mentirosa que o fluoreto de sódio na água potável prevenia carie dentaria nas crianças, porque acharam uma cidade no Texas que tinha uma ocorrência natural de fluoreto e parecia poucas cáries dentárias.

O publico ficou ávido para ouvir mais. Finalmente, uma forma de prevenir a carie dentária! Tristemente, a maioria se convenceu a primeira vista – desconsiderando que toda pessoa inteligente e consciente sabe que a carie dentária é proveniente de nutrição pobre e especialmente do alto consumo de bebidas com açúcar refinado, balas e outros produtos.

Grandes negócios e grandes organizações profissionais possuem uma forma de juntos confundirem o publico. Lembrem-se, eles têm o poder da mídia por trás deles, porque o controle econômico é exercido pela fonte de recursos dos proprietários de agencias de publicidade – anúncios! Com a ajuda da televisão, do rádio, dos jornais e revistas, do negócio principal, organizações profissionais e sociais promoveram o “grande mérito” do fluoreto de sódio – embora totalmente falso e perigoso para o povo americano.

Qualquer pessoa que questionou publicamente esse envenenamento da água potável com fluoreto de sódio foi chamado de estúpido, ignorante, desinformado e retrogrado! A maioria dos médicos e dentistas se renderam a estas forças poderosas por medo de ser desacreditado pelas associações e comunidades. Entretanto, você pode sempre achar algum profissional honesto e sincero que luta pela verdade – não importam quantos outros possam ridicularizá-los! Pressões extremas foram impostas aos governantes de cidades e estados para fluoretar a água potável. Grande negócio e grandes organizações profissionais, as quais podem agir como a Máfia, não aceitam “Não” como resposta! Eles sabem como pressionar o estado, a cidade e os inspetores de água para pensar e agir da forma que lhes convêm, frequentemente não para o bem.

(Texto extraído do livro de Paul C. Bragg, N.D., PhD : Water The Shocking Truth)

0

Sobre o Autor:

  Artigos Relacionados

Enviar um comentário